Associação Assuense de Taekwondo
05/06/2014

Taekwondo é uma grande esperança para 2016”, afirma Ricardo Avellar

 

Ricardo Avellar, diretor de esporte de Alto Rendimento,do Ministério do Esporte, prestigiou a Copa das Federações em Natal para oficializar a entrega do Kit de Materiais à Federação Potiguar de Taekwondo. Além disso, Avellar aproveitou para se reunir com os presidentes de federação presentes e dialogar acerca do futuro do Taekwondo Brasileiro. Em entrevista, o diretor do Ministério dos Esportes, manifestou sua opinião sobre o ótimo momento que o Taekwondo Brasileiro atravessa e avisa que o nosso esporte é uma das grandes esperanças para 2016.

CBTKD: Como se sente por ter vindo prestigiar a Copa das Federações de Taekwondo?
Ricardo Avellar:
 Hoje estamos participando do evento porque a ideia do Ministério é estar perto no dia-a-dia, acompanhando e vendo as necessidades, as coisas boas e as coisas ruins, pois assim podemos discutir, principalmente com a Confederação, aquilo em que podemos ajudar. Estando longe, tudo isso é mais complicado, então queremos nos aproximar da realidade do esporte, das entidades, dos eventos e treinamentos. Fiquei positivamente surpreendido e feliz por ter vindo, pois acredito que é muito importante ver um ginásio cheio de gente e os equipamentos que a CBTKD e o Ministério dos Esportes doaram sendo utilizados.

CBTKD: O que mais o surpreendeu neste evento?
Ricardo Avellar:
 A primeira coisa que salta aos olhos é a quantidade de gente que está no campeonato, as diversas faixas etárias presentes. Além disso, é muito gratificante ver os equipamentos usados por todo o mundo, desde os atletas de alto nível, como por aqueles que estão começando agora. Isso motiva o atleta e mostra que ele tem caminho a seguir, que será apoiado. A grande participação está me surpreendendo e isso é muito positivo para o esporte.

CBTKD: Qual a sua opinião sobre a descentralização dos eventos promovida pela CBTKD?
Ricardo Avellar:
 É fundamental. O nosso país é continental e esse é um movimento que está sendo uma tendência muito positiva e só vai beneficiar a modalidade e favorecer o aparecimento de novos talentos, como já estamos vendo. Penso que agora estão reunidas as condições para que isso possa acontecer. Além disso, tenho a certeza que com o auxílio dos equipamentos, vai aparecer muita gente já para fazer resultado em 2016. Esperamos que esta parceria entre CBTKD e Ministério seja uma ação estruturante que motive o desenvolvimento do esporte. A ação da CBTKD no sentido de descentralizar competições só vai beneficiar a modalidade, o surgimento de novos talentos. Eu acho uma política correta.

CBTKD: O que foi discutido na reunião que teve com os presidentes de federação presentes no campeonato?
Ricardo Avellar:
 Foi uma conversa boa e, até nisso, facilita estar perto. Eles colocaram os seus problemas, as dificuldades que encontram no dia a dia. Existia uma situação anterior que precisa ser alterada e para que isso aconteça, precisamos dar um passo de cada vez, com muita paciência. Eles me colocaram que entendem isso. Dou o maior valor a isso, pois acho que o futuro do esporte no Brasil depende muito desses presidentes abnegados, que têm paixão pelo esporte. Hoje, não basta só a paixão, é preciso se estruturar, buscar recursos e usar bem esses recursos, saber prestar contas, enfim… O mundo do esporte hoje mudou muito com relação ao que era. Além da paixão, é preciso o profissionalismo, para que o esporte possa evoluir com segurança.

CBTKD: O que motivou a intensificação das parcerias entre a CBTKD e o Ministério do Esporte?
Ricardo Avellar:
 É um movimento que é motivado pela meta que queremos cumprir no Rio 2016. Isso levou à diminuição da distância com a CBTKD. Sabemos que o Taekwondo tem grandes chances de medalha nos Jogos Olímpicos, então temos várias reuniões, discutimos o apoio aos atletas do Plano Medalhas, discutimos a situação do esporte no país inteiro, a rede nacional de treinamento e estamos padronizando os equipamentos e metodologias, para que o esporte se desenvolva de forma igualitária em todo o país. Esta é uma condição diferente do passado e o objetivo maior é fazer com que os Jogos Olímpicos de 2016 contribuam para o esporte de forma geral, no país inteiro.

CBTKD: Que legado espera dos Jogos Olímpicos?
Ricardo Avellar:
 Estamos trabalhando para que se eleve o patamar do esporte brasileiro, em termos de equipamento, metodologias, capacitação de treinadores, etc. É todo um movimento que está acontecendo por trás dos Jogos e este é o maior investimento do Governo para que fique algo estruturante depois do Rio 2016. Além do resultado em 2016, buscamos o desenvolvimento do esporte.

CBTKD: Como avalia o atual momento do Taekwondo de Alto Rendimento?
Ricardo Avellar:
 O Ministério está perto e, inclusivamente, estamos com mais um atleta no Plano Medalhas, que é um programa direcionado aos atletas potenciais medalhistas em 2016. Estamos avaliando os resultados alcançados juntamente com a confederação e a nossa expectativa é que logo tenhamos mais atletas dentro do Plano, pois isso só significa que estamos mais perto das medalhas e o Taekwondo é uma grande esperança. A gente tem história, tem um caminho já percorrido e essa abertura ao país inteiro irá fazer com que apareçam ainda mais candidatos. Monitoramos e acompanhamos diariamente o que está sendo feito pelos atletas nas competições. Penso que é uma parceria que só vai dar bom resultado. A finalidade é medalhas e uma ação estruturante que permaneça, que motive os atletas a se manterem na modalidade, que motive a confederação a investir cada vez mais e que motive a federação, pois são elas que estão mais perto dos atletas. Queremos que este conjunto de variáveis se fortaleça a cada dia.

CBTKD: Qual a sua mensagem para a família taekwondista?
Ricardo Avellar:
 Eu levo uma mensagem muito mais gratificante do que a que trago. A mensagem que eu trago é que o Ministério é parceiro e está aberto a negociação, mas a mensagem que eu levo pra Brasília é muito maior, é que os frutos de todo este trabalho e parceria já estão sendo colhidos.

Carla Sofia Flores
Assessoria de Imprensa da CBTKD

 

...