Associação Assuense de Taekwondo
14/11/2013

ENTREVISTA COM GUILHERME DIAS

1972Guilherme Dias, que foi contemplado no fim de semana passado com a Bolsa Pódio, está vivendo um momento alto em sua carreira, aumentando agora com este benefício as suas chances de participar nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro ! Se preparando para o Grand Prix, que se realizará em Manchester, no mês de dezembro, o campeão panamericano reconhece a importância do evento, mas diz estar tranquilo para este desafio determinante para pontuar no Ranking Mundial.

Confira a entrevista abaixo:

 

O que está achando desta 23ª da Copa do Brasil?

Guilherme Dias: Estou aqui apenas como espectador. Mesmo não competindo nos eventos nacionais, acho importante estar presente, para poder observar meus adversários que vão lutar na seletiva. Muitos deles estão aqui, porque a Copa do Brasil vale quinze pontos e é um evento muito forte para o Ranking. Observar ao vivo os adversários é diferente e vai me ajudar muito a me preparar para a Seletiva. Penso que estamos com um nível técnico bem forte. Houve uma adaptação muito grande ao colete eletrônico, desde a última Copa que eu participei, 2011. O país todo está se adaptando e é assim que tem de ser, se não se fica para trás. Os brasileiros estão bem mais evoluídos nesse aspecto e adaptados ao sistema de competição.

 

CBTKD:Quais são seus planos para esta reta final de 2013?

Guilherme Dias: O ano competitivo ainda não acabou para mim, pois vou ter competições, como a Copa do Mundo, o Grand Prix e provavelmente o Open da França, que é em dezembro.

 

CBTKD: Por ser um evento tão importante, está sentindo muita pressão por participar do Grand Prix?

Guilherme Dias: O Grand Prix é determinante mas a pressão maior foi no Mundial, pois cheguei como campeão Panamericano. Agora estou indo no Grand Prix como bronze no Mundial, mas não acho esta competição tão pesada como o Mundial. O Mundial é bem mais tenso.

 

CBTKD: Quais são os seus planos para 2014?

Guilherme Dias:

Tudo depende de como vai ser a Seletiva, mas se tudo correr bem, a minha meta traçada é estar entre os cinco melhores do Ranking Olímpico, competir muito fora para pontuar bastante e conseguir a vaga para a Olimpíada.

 

CBTKD: Guilherme, como está vivendo este momento alto da sua carreira?

Guilherme Dias: Está sendo muito bom! Estou me preparando para os próximos eventos internacionais – Copa do Mundo e Grand Prix – e para a seletiva do ano que vem.

 

CBTKD: Como encara o fato de ser uma das maiores esperanças nacionais para os Jogos Olímpicos do Rio 2016?

Guilherme Dias: Eu sou muito tranquilo quanto a isso, de verdade. Só vou fazer o que eu tenho que fazer, só vou treinar. Se o resultado vier, como eu espero, será maravilhoso, se não o que eu tenho de fazer é continuar a treinar até chegar aos meus objetivos. Mas eu estou realmente muito tranquilo e nem sinto essa pressão toda que todo mundo fala.

 

CBTKD:O que significa para você ser um dos contemplados pelo Ministério do Esporte com a Bolsa Pódio?

Guilherme Dias: É um grande passo para 2016. Vou certamente ter todas as condições para ficar entre os cinco melhores do mundo, sem depender de nada mais para chegar à Olimpíada. Vai me ajudar a manter o que já havia programado, que era ano que vem estar entre os cinco melhores do Ranking Olímpico. Com este auxílio, vou poder competir muito, o que vai me proporcionar cumprir esses objetivos.

 

CBTKD: Guilherme, quer deixar uma mensagem final?

Guilherme Dias: Quero agradecer todo o apoio que tenho recebido. Agradeço à CBTKD, ao Ministério do Esporte, à Strike, à Petrobras, ao IPM, ao pessoal que treina comigo na Academia Washington Azevedo, a toda a minha equipe multidisciplinar que trabalha comigo, à minha família e amigos. Eu sei que nunca estou só, tem toda uma equipe que trabalha comigo. Eu sou apenas aquele que aparece, mas aquilo que sou hoje é resultado de um trabalho de vários profissionais que trabalham comigo e de todo este apoio que recebo.

 

Fonte: Nova CBTKD

 

...